Team of diverse people ready for a race

Não confundam ligamentos pélvicos com localização geográfica

Qualquer deslocamento caudal das vísceras pelvicas é prolapso genital. E em TODA a Medicina a etnia é importante. Não para definir questões de relações internacionais, mas para pensar em termos biológicos sobre a expressão dos seus genes. E é por isso que comecei a escrever esse artigo. Conversando com um amigo de humanas, ele me corrigiu. “Etnia é região geográfica”. NÃO! É muito mais que isso. Falei.

Antes de mais nada, vamos relembrar DARWIN e adaptação da espécie. Cada população de determinado lugar teve mutações e consequentemente adaptações mais favorecidas em determinadas regiões. Africanos têm a pele mais resistente ao sol. Nórdicos TEM que ter a pele menos resistente por uma questão óssea. Doenças cardíacas são mais frequentes em determinado povo e menos em outros. Saber a etnia não é ser “preconceituoso”. Saber a etnia é necessário para fazer o diagnóstico correto. Etnia não é apenas uma localização geográfica. É saber quais mulheres vão desenvolver com mais facilidade prolapso genital porque tem menos integridade em seus ligamentos de suspensão.

Outro dia comentei sobre isso no facebook de um amigo – também de humanas – que no Brasil se morre mais porque somos miscigenados com povos que têm mais comorbidades e – portanto – mais suscetíveis a COVID-19. Ele apagou meu comentário. eu fico me perguntando o que ele entendeu? Eu falando de expressão de genes – e portanto – expressão proteica e ele politizando a questão. NÂO, por favor. Em Medicina cor da pele ou região geográfica é apenas expressão de proteínas e adaptações da espécie. SOMENTE ISSO. E nada mais. Não tem nenhum julgamento de melhor ou pior. Apenas quais patologias são mais comuns em determinados povos.

Sim, todos somos Homo sapiens sapiens. E todos eram tentilhões de Galápagos. Mas o ambiente ajudou a definir juntamente com mutações AO ACASO, as melhores adaptações para aquele lugar.

E é por isso que em uma anamnese o medico pergunta a raça/etnia de uma pessoa.

Não confundam biologia com outras “coisas”. Dentro da mesma espécie temos variações que vão definir a suscetibilidade a determinadas patologias. ´APENAS isso, CIÊNCIA, e nada mais. Nem melhor, nem pior porque no final das contas, a natureza NÃO se importa. Somos todos mais que Homo sapiens sapiens, somos um pouco tentilhões de Galápagos.

Compartilhe o Post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email
rosa4
detail-flower.png

Sobre Mim

Estudante de Medicina, YouTuber, Blogueira, Colunista SanarMed, Academia Médica e Framework